Contactos

Telemóvel: 913916909
E-mail: umjardimemcadaescola@gmail.com

Um projecto com sentido

Gostava que os seus filhos desenvolvessem actividades na escola que os mantivessem em contacto com a natureza?

Com o patrocínio da Associação de Pais da escola dos seus filhos, o projecto Um Jardim em cada Escola pode tornar o seu desejo realidade!

Contacte-nos!

O que é?

Um projecto pedagógico de intervenção paisagista nas escolas, um projecto a pensar no bem-estar das crianças e na qualidade dos espaços exteriores.


Um projecto que torna o MEIO ENVOLVENTE acolhedor , propício às actividades lúdicas e de apoio às aprendizagens escolares.

Habitua as crianças a níveis superiores de qualidade do espaço exterior, tornando-as mais exigentes com a integridade do mesmo.

Defende a participação de todos os alunos, pais e comunidade educativa na implementação e manutenção do projecto.

Assenta nos princípios da sustentabilidade ambiental, reciclagem, biodiversidade, uso racional da água, resíduos e energia.

NOTÍCIAS



Podas e caricaturas


Resolvemos escrever sobre as podas, na sequência de uma pergunta bastante pertinente, que nos foi feita por um professor de Biologia. Sendo o nosso projecto tão preocupado com a manutenção dos espaços exteriores, não poderíamos deixar de nos centrar nesta questão.

A pergunta pedia para esclarecer a nossa posição relativamente à poda das árvores em meio urbano, nomeadamente no interior dos recintos escolares.

Depois de visitarmos bastantes escolas nos últimos meses, sobretudo públicas, temos facilmente verificado que as árvores, muitas vezes as melhores amigas das crianças nos recreios, não têm sido muito bem tratadas. Algumas vezes por falta de tratamento, outras por "tratamento a mais".

A poda é aquilo que se pode chamar "um mal necessário". Em meio urbano, e desde que feita com conhecimento do tipo de árvore, regime da folha, e porte, pode tornar-se mesmo fundamental, por razões de condução da copa e de segurança para os peões.

O problema não reside na poda em si mesma, mas antes na total falta de especialistas qualificados, que procedam a um trabalho minucioso do tratamento da árvore. Quando vamos cortar o cabelo, também não confiamos em qualquer um para efectuar o trabalho pois não?!

Defendemos que a poda deve ser utilizada como último recurso, e efectuada o mínimo possível. E esta posição deve ser defendida logo de início, isto é, com a escolha de espécies arbóreas adequadas ao local, às suas condições climatéricas ou ao compasso de plantação. Ter estas preocupações previamente, acaba por simplificar, se não anular, o exercício da poda.

As podas são muitas vezes úteis na recuperação de uma árvore, mas temos de ter cuidado, ou acabaremos por criar uma caricatura daquilo que em tempos foi uma árvore.

Sem comentários: