Contactos

Telemóvel: 913916909
E-mail: umjardimemcadaescola@gmail.com

Um projecto com sentido

Gostava que os seus filhos desenvolvessem actividades na escola que os mantivessem em contacto com a natureza?

Com o patrocínio da Associação de Pais da escola dos seus filhos, o projecto Um Jardim em cada Escola pode tornar o seu desejo realidade!

Contacte-nos!

O que é?

Um projecto pedagógico de intervenção paisagista nas escolas, um projecto a pensar no bem-estar das crianças e na qualidade dos espaços exteriores.


Um projecto que torna o MEIO ENVOLVENTE acolhedor , propício às actividades lúdicas e de apoio às aprendizagens escolares.

Habitua as crianças a níveis superiores de qualidade do espaço exterior, tornando-as mais exigentes com a integridade do mesmo.

Defende a participação de todos os alunos, pais e comunidade educativa na implementação e manutenção do projecto.

Assenta nos princípios da sustentabilidade ambiental, reciclagem, biodiversidade, uso racional da água, resíduos e energia.

NOTÍCIAS



Expansão do Parque Escolar em Lisboa

No passado dia 21 de Abril, o Presidente da C.M.L., António Costa e a vereadora da Educação e Juventude, Rosalia Vargas, apresentaram aos agrupamentos escolares de Lisboa o Programa de Expansão e Modernização da Rede Pública do Pré-Escolar e 1º Ciclo de Lisboa.

A vereadora reconhece a situação "deplorável" do parque escolar depois de proceder ao levantamento das principais necessidades e à elaboração da Carta Educativa de Lisboa.

Estima-se que, entre 2008 e 2011, o projecto será implantado, com um custo total que ronda os 43 milhões de euros, investido em:

  • Sete novas escolas, no valor de 15,5 milhões de euros,
  • Intervenções em 80 já existentes, das quais 26 numa primeira fase por serem consideradas prioritárias, com um orçamento que ronda os 34 mlhões de euros.
Para os menos informados, a Carta Educativa de Lisboa consiste num instrumento de análise da situação das escolas (cerca de 91% das escolas já foram diagnosticadas), e foi fundamental no desbloqueamento deste fundo, já que permitiu fazer o levantamento das necessidades a partir de projecções demográficas e urbanísticas.

Como escrevemos anteriormente, Um jardim em cada escola teve já possibilidade de conversar com a vereadora sobre o abandono do espaço escolar. Preocupamo-nos muito com a qualidade das escolas, e acreditamos que poderemos vir a ser muito úteis na sua melhoria.

Seguiremos com atenção os passos que se seguirão!

Podas e caricaturas


Resolvemos escrever sobre as podas, na sequência de uma pergunta bastante pertinente, que nos foi feita por um professor de Biologia. Sendo o nosso projecto tão preocupado com a manutenção dos espaços exteriores, não poderíamos deixar de nos centrar nesta questão.

A pergunta pedia para esclarecer a nossa posição relativamente à poda das árvores em meio urbano, nomeadamente no interior dos recintos escolares.

Depois de visitarmos bastantes escolas nos últimos meses, sobretudo públicas, temos facilmente verificado que as árvores, muitas vezes as melhores amigas das crianças nos recreios, não têm sido muito bem tratadas. Algumas vezes por falta de tratamento, outras por "tratamento a mais".

A poda é aquilo que se pode chamar "um mal necessário". Em meio urbano, e desde que feita com conhecimento do tipo de árvore, regime da folha, e porte, pode tornar-se mesmo fundamental, por razões de condução da copa e de segurança para os peões.

O problema não reside na poda em si mesma, mas antes na total falta de especialistas qualificados, que procedam a um trabalho minucioso do tratamento da árvore. Quando vamos cortar o cabelo, também não confiamos em qualquer um para efectuar o trabalho pois não?!

Defendemos que a poda deve ser utilizada como último recurso, e efectuada o mínimo possível. E esta posição deve ser defendida logo de início, isto é, com a escolha de espécies arbóreas adequadas ao local, às suas condições climatéricas ou ao compasso de plantação. Ter estas preocupações previamente, acaba por simplificar, se não anular, o exercício da poda.

As podas são muitas vezes úteis na recuperação de uma árvore, mas temos de ter cuidado, ou acabaremos por criar uma caricatura daquilo que em tempos foi uma árvore.

Dia da Terra


Assinalou-se ontem o Dia Mundial da Terra, uma data que devemos todos lembrar.

A Terra, enquanto organismo vivo, é sensível e, por isso, deve ser cuidada e preservada.

A escola é certamente um dos lugares onde podemos todos desenvolver projectos interessantes, no sentido de proteger activamente todos os ecossistemas.

A equipa d' Um jardim em cada escola pretendia assinalar a data com a plantação de uma árvore por cada turma da escola EB1 Nº30 Moinhos do Restelo. Cada turma seria responsável por acompanhar a vida do novo ser vivo plantado.

Infelizmente, e por razões burocráticas na implementação do próprio projecto, tal não foi possível.

Mas lembramos - o Dia da Terra pode ser sempre e quando quisermos. A iniciativa não está por isso cancelada, apenas adiada!